Home page
Acerca de mim
Curriculum-Vitae
Actividades
Obras
Homenagens
Livro de Honra
Nadar
PET-NAT
Ginástica Rítmica
Copyright
 
 
visitas

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E  DESPORTOS

Ligue o Som de seu computador e oiça o nosso Hino

UFES - GR

 
Projecto de Extensão Universitária
UFES-Universidade Federal do Espírito Santo
Centro de Educação Física e Desporto
Vitória - Espírito Santo
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL
Ginástica Rítmica

Notícias

  •  

Calendário de Eventos e Apresentações 

  • O cronograma de participação em festivais e demais eventos depende de sua definição pela Federação do Espírito Santo de Ginástica (FESG).

ATIVIDADE

MÊS

Início das atividades

Fevereiro

Planejamento didático em coordenação com a disciplina GRD I

Março

Conteúdo: Mãos livres

Fevereiro / Março

Seleção de Monitores

Abril

Conteúdo: Cordas

Abril / Maio

Conteúdo: Maças

Junho / Julho

1º. Relatório semestral dos monitores

Julho

Conteúdo: Fitas

Agosto / Setembro

Conteúdo: Arcos/Bolas

Outubro / Novembro

2º. Relatório semestral dos monitores

Dezembro

Encerramento das atividades

Dezembro

Produção do relatório final do projeto

Dezembro

 Iniciação e Competição - Histórico

  • Progym-Projeto de Ginástica Rítmica - Foi uma criação da Prof.ª  Dr.ª Mara Lúcia Cristan, para atender às demandas da comunidade do bairro de Jardim da Penha, em Vitória (Espírito Santo), no tocante a esta modalidade esportiva. E, aliando-se ao C.E.F.D./U.F.E.S., foram ofertadas vagas para diversas Escolas de 1º Grau, existentes neste bairro, para garotas dos 6 aos 11 anos de idade. Atualmente contamos com uma grande procura, em duas turmas ( Seg. e Qua. e Ter. e Qui. ), a partir das 18 horas, na sala 08 do C.E.F.D. da Universidade Federal do Espírito Santo.

  • Este Projeto, criado no ano de 2001, a partir de sugestão de alguns pais que assistiram aulas da disciplina Ginástica Rítmica Desportiva (GRD) e sugeriram a oferta desta modalidade à comunidade pelo Centro de Educação Física e Desportos (CEFD). Desde então, sob o nome de PROGYM, as atividades do projeto têm sido desenvolvidas pela Profa. Especialista Thereza Elisabete Penedo.
    Apresentamos a versão 2005 do projeto, agora denominado de UFES-GR e sob a coordenação do Prof. Dr. Otávio Guimarães Tavares da Silva, tendo sido introduzidas algumas modificações de caráter administrativo e pedagógico, no sentido de aperfeiçoar suas atividades. Em primeiro lugar, o nome do projeto foi trocado para UFES/GR de modo a aumentar a visibilidade da instituição no meio esportivo específico. Em segundo lugar, o projeto passa a contar com cobrança de mensalidade. Por fim, a organização das atividades prevê a retomada de uma vinculação mais sistemática com o curso de graduação do CEFD / UFES.
  • Completámos um ciclo de vivências e de participações em eventos da Confederação Brasileira de Ginástica e da Federação do Espírito Santo de Ginástica. Participámos em festivais e apresentações em Colégios, Campeonatos e Torneios, como em :

  • 2003 - VICE CAMPEÃO BRASILEIRO PRÉ-INFANTIL em Poços de Caldas ( Minas Gerais )
    2002 - I Torneio Brasileiro de Ginástica Rítmica em Maceió ( Alagoas )
    2002 - Campeonato Infantil em Maringá ( Paraná )
              Copa de Ginástica da AABB em Niteroi ( Rio de Janeiro )
              Participação em todos os eventos da FESG
    2003 -
    2004 -

Justificativa

  • OBJETIVOS GERAIS:

ü    Oferecer à sociedade civil, a prática sistematizada e continuada da Ginástica Rítmica como um dos elementos institucionalizados da cultura corporal de movimento e permitir a experimentação pedagógica no ensino de GR, pelos discentes do curso de licenciatura em Educação Física do CEFD / UFES.

  • OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

    ü   Desenvolver o aprendizado dos fundamentos psicomotores necessários à prática da GRD em nível não-competitivo, pré-competitivo e competitivo;
    ü    Desenvolver o aprendizado dos fundamentos técnicos gerais da Ginástica;
    ü    Desenvolver o aprendizado dos fundamentos técnicos específicos da GR em nível não-competitivo, pré-competitivo e competitivo;
    ü    Desenvolver o aprendizado dos fundamentos estéticos específicos da GR em nível não-competitivo, pré-competitivo e competitivo;
    ü    Apresentar os elementos básicos do desenvolvimento sócio-histórico da GR;
    ü    Ensinar as regras básicas da GR;
    ü    Analisar e discutir com os alunos monitores os fundamentos técnicos e estéticos gerais da Ginástica Geral e da GR;
    ü   Analisar e discutir com os alunos monitores as especificidades didático-pedagógicas do processo ensino-aprendizagem da GR em seus níveis
         diferentes  de exigência;
    ü    Oferecer vivência teórico-prática do processo ensino-aprendizagem da GR aos alunos da disciplina GRD I e GRD II.
    ü    Oportunizar aos aprendizes a apresentação de seus conhecimentos  e habilidades por  meio da participação  em  festivais e campeonatos de
          ginástica, proporcionando seu amadurecimento dentro do contexto norma-organizacional das entidades oficiais da Ginástica.
     
    A universidade no Brasil, tem por tradição desenvolver suas ações por meio da tríade "ensino, pesquisa e extensão". De um modo resumido, é possível dizer-se, que tal modelo ambiciona construir uma complementaridade entre as dimensões de aprendizado, investigação e intervenção na formação acadêmica. Assim, parece-nos ser importante articular de maneira sistemática a execução dos projetos de extensão ao projeto pedagógico do curso de Educação Física da UFES.
     
    Por outro lado, a licenciatura em educação física ora ofertada por este Centro, ao orientar-se pela Resolução CFE 03/87, ambiciona diplomar um licenciado de formação generalista. Isto significa, que o professor de educação física formado pelo CEFD / UFES deve ter competência técnica para atuar nos diferentes campos de atuação profissional, sejam eles escolares ou não.
     
    A partir deste paralelo, parece ser importante a existência de projetos de extensão como o UFES/GR. Sua oferta ajuda a concretizar a missão social da universidade pública ao devolver para a sociedade, em serviço especializado, parte do investimento que nela é feito. Do mesmo modo, dentro do contexto mais amplo da Ginástica Geral, a Ginástica Rítmica pode ser apropriada também como mais uma possibilidade dentro das aulas de educação física curricular na medida de sua tematização como elementos da cultura corporal., sendo aí estabelecido seu contexto histórico-sociológico.
     
    Por fim, oportuniza o contato dos alunos da graduação, com uma das dimensões da prática pedagógica de uma das disciplinas ofertadas no currículo do curso.

Metodologia do Trabalho

A  GRD, como o nome já diz, se desenvolve em torno de uma dinâmica musical: o ritmo. Seu contexto pedagógico específico se refere a seus aspectos psicomotores, baseando, entretanto, este trabalho corporal também no desenvolvimento cognitivo e afetivo.

 

Feitas as distinções entre objetivos competitivos e objetivos formativos e lúdicos, a Ginástica Rítmica possui um grande potencial educativo, pois permite inúmeras possibilidades de exploração das relações lógicas que se estabelecem entre seus praticantes, o espaço e os materiais concretos de sua prática. Esta construção se desenvolve por meio de um conjunto sucessivo e variado de movimentos executados na sua globalidade com expressividade, ritmo e variações dinâmicas, por meio da música e dos aparelhos utilizados nesta modalidade esportiva.

 

Assim, a metodologia adotada propõe uma vivência reflexiva da prática tendo por base a solução de problemas de ordem cognitiva, psicomotora e afetiva, formando-se então o contexto da execução motriz intrínseca (corpo, música e aparelhos manuais).

 

1º momento: Aulas sob o direcionamento da professora.

2º momento: Aulas desenvolvidas a partir de situações-problema.

3º momento: Aulas com séries livres a partir de um tema musical dado com antecedência.

 

a) Deslocamentos a serem vivenciados (noções de trajetórias):

Formações espaciais em grandes e pequenos grupos, nos diversos sentidos:

P/ frente e para trás, em círculo, em diagonal, em sinuosas, p/ direita e esquerda.

Mudanças de planos (em pé, sentado, decúbito dorsal e ventral, acima e abaixo.)

 

b) Habilidades a serem vivenciadas (coordenação motora ampla):

Corridas, deslocamentos na lateral, galopes, saltos e saltitos básicos, rolar, girar etc.

 

c) Dificuldades específicas da Ginástica Rítmica (esquema corporal):

Equilíbrios, saltos, giros e flexibilidades.

 

d) Manejos por aparelhos (coordenação motora fina, óculo-manual, percepções espaciais e temporais):

Balanceios, ondulações corporais, movimentos em oito, lançar e pegar, quicadas rítmicas, círculos e circundações, rotações em eixos verticais e horizontais, espirais, serpentinas, impulsos e escapadas, enrolar-se e desenrolar-se, etc.

 

e) Materiais a serem utilizados (alternativos e oficiais):

Chapéu de palha, Pompons, Leques, Tamborins, Maracas, Cordas, Arcos, Bolas, Fitas e Maças e Lenços.

Relação do Projecto com o Ensino

1 Monitoria

Serão oferecidas duas (2) vagas para monitoria voluntária.

1.2 Atividades do Monitor

ü             Auxiliar a professora nas atividades de planejamento, preparação e execução das aulas;

ü            Estudar, analisar e discutir com a professora e o coordenador do projeto textos relativos a Ginástica Geral em seus aspectos pedagógicos,   técnicos e físicos;

ü        Produzir relatório semestral de suas atividades descrevendo e analisando suas atividades dentro do projeto tendo como foco seu aprendizado profissional.

1.3 Critério para seleção dos monitores

ü             Ter cursado as disciplinas GRD I e GRD II;

ü             Maio nota final na disciplina GRD II;

2 Apoio didático nas disciplinas GRD I e GRD II

As aulas do UFES/GR deverão funcionar como espaço de observação e experimentação didático-pedagógica por parte dos alunos das disciplinas GRD I e GRD II.

O número de alunos, os critérios de participação e o cronograma de participação serão definidos em conjunto com a professora das disciplinas ofertadas pelo Curso.

Atividades desenvolvidas

  • Aulas de fundamentação básica para a iniciação esportiva

  • Formalização  de  equipes para competição

  • Preparação física adequada à faixa etária

  • Intercâmbio com a FESG e a CBG

Planilha de Custos (Custos e Receitas) 

RECEITAS

R$

1 - Parcelas Mensais (09 parcelas X 40 alunos X R$ 35,00)

12.600,00

                                                                                                                        RECEITA TOTAL

12.600,00

DESPESAS

 

2 - Pessoa Física sem vínculo

 

4.1- Atividades Didáticas - Professora convidada

6.366,69

                                                                                                                        SUBTOTAL

6.366,69

3-Pessoa Jurídica

 

3.1 - Material de Consumo (papéis diversos, fotocópias, CD´s,  fotos e etc.)

250,00

3.2 - Aquisição e Manutenção de Equipamentos

1.000,00

3.4 - Taxas FESG para participação em festivais e campeonatos

250,00

3.4 - Custo Operacional da Fundação FCAA (5%)

630,00

3.5 - Ressarcimento UFES (3%)

378,00

3.6 - Taxa PROEX / UFES (5%)

630,00

3.6 - ISS-QN (5%)

630,00

3.7 - CPMF (0,38%)

47,88

3.8 - Despesas Bancárias (0,10%)

12,60

3.9 - INSS sem vínculo (19,65%)

514,83

                                                                                                                        SUBTOTAL

4.343,31

4-Outras Despesas

 

4.1-Desenvolvimento do Ensino Pesquisa e Extensão (10%)

1.260,00

4.2-Reserva Técnica de Contingência (5%)

630,00

                                                                                                                         SUBTOTAL

1.890,00

5-Resumo das Despesas

 

5.1-Pessoa Física Sem Vínculo

6.366,69

5.2-Pessoa Física com Vínculo

0,00

5.3-Pessoa Jurídica

4.343,31

5.4-Outras Despesas

1.890,00

                                                                                                             TOTAL DAS DESPESAS

12.600,00

 

 

Saldo Total

 

SALDO TOTAL FINAL

0,00

Recursos Financeiros

1 Valor da mensalidade: R$ 35,00

2 Número de vagas: 40 (quarenta)

3 Número de meses do projeto: 9 (nove)

Referências Bibliográficas

BARROS, Dayse. Aulas de GRD para idades até 9 anos de idade. Rio de Janeiro: Sprint, 1998.

DEL VALLE, Aurora Fernandes. Gimnasia Rítmica. Espanha: Esteban Sans, 1996.

HEATER, Palmer. Teaching Rhythmic Gymnastics: A developmentally appropriate approach. Champaign: Human Kinetics, 2003.

HERNANDEZ, Alejandra. Gimnasia Rítmica. Argentina: Stadium, 1982.

ALBIZU, Suzana Mendizabal. Gimnasia Rítmica: Mitos e Realidades. Espanha: Gymnos, 2001.

PEREGOT e DELGADO. 1000 exercícios de Gimnasia Rítmica. Espanha: Paidotribo, 2000.

A Equipa Docente

Criadora: Profa. Dra. Mara Lucia Cristan

Coordenador do projeto: Prof. Dr. Otávio Tavares

Professora Especialista Convidada: Thereza Elizabeth F. Penedo

Monitores (Discentes do CEFD) convidados: Vários

Momentos  Únicos ... e uma rara beleza!... - clicar para ampliar as fotos -

Componentes de Equipe de Treinamento

  • Gabriela Lerbach
  • Raiane Stefany
  • Fernanda Nery - Conjunto
  • Lívia Girardi Gottlieb - Conjunto e individual
  • Felicidade Lobianco - Individual ( Vice-Campeã Mirim' 2002 )
  • Letícia Gomes Ferreira - Individual e Conjunto
  • Débora Cabral - Individual e conjunto
  • Barbara Serafim
  • Thays Ferraz
  •  

          ***  Os nossos sinceros agradecimentos ***

Às nossas Crianças e Adolescentes
 
Aos seus Pais
À Universidade Federal do Espírito Santo 

Ao CEDFD e sua Direcção

Aos Discentes do CEFD

Ao Prof. Dr. Otávio Guimarães Tavares da Silva
 pelo acréscimo de trabalho
 À Professora Thereza Penedo, nossa querida Mestra
... Como Firmes Garantias de nossa continuidade ...
e
 não nos esquecendo nunca da
Prof.ª Doutora Mara Lúcia Cristan,
sempre atenta aos mais carenciados
para ela, a nossa eterna saudade e o nosso especial agradecimento!

 

 

   
(O. Tavares)               (T. Penedo)

        
 Webmaster / copyright ©®: Lomba-Viana
Oferecido como tributo à dedicação e empenho da Professora Doutora Mara Lúcia Cristan (1993/2004), sendo mantido pela amizade que nos une ao Prof. Dr. Otávio Tavares da Silva e à Profa. Thereza Penedo.    

  Fundo Musical : "As Meninas do Progym" ©® - copyright (autoria) : José Carlos V. de Lomba Viana

Este site foi actualizado pelo última vez em 07/12/13

 

Home page Acerca de mim Curriculum-Vitae Actividades Obras Homenagens Livro de Honra Nadar PET-NAT Ginástica Rítmica Copyright